Você se irrita facilmente? Perde a paciência com as pessoas? Fica nervoso com as situações que se apresentam na sua vida?

Vem comigo….

A irritação normalmente vem de alguma situação que você gostaria que fosse de um jeito, mas é de outro. É um apelo do seu próprio ego: “EU quero que determinado acontecimento corra da forma que EU acho certo ou viável”.

EU quero que as coisas aconteçam na hora combinada. Ou EU quero resolver determinado assunto para ontem. EU quero o chão varrido da mesma forma que eu varro, etc.

Por que? Porque tudo tem que ser do seu jeito? Quem disse que o seu jeito é o jeito certo?

Será que não está se dando importância demais?
Sabe aquele motorista, que num engarrafamento, corta todo mundo pelo acostamento? Só ele tem pressa? Só ele quer chegar cedo em casa? Só ele é o “esperto”?

Guarde isso:
NÓS NÃO CONTROLAMOS A VIDA!

De manhã você levanta e se planeja para ir trabalhar, tem toda uma agenda estabelecida. Aí pega o carro e o carro quebra. Toda sua programação foi por água abaixo. Você vai se atrasar, você vai ter que desmarcar alguns compromissos e assim por diante.

Você não controla a vida.

E adianta se irritar? Esta atitude fará o seu carro andar?
A irritação faz mal a quem sente. Você esta enviando uma onda, uma vibração de negatividade. O que você acha que retornará para você? Paz e amor? Prosperidade? Claro que não. Você envia, você recebe. Tudo o que envia, recebe de volta e neste caso a vida trará mais situações para você se irritar mais ainda. Até que corte este ciclo.

Existe ainda outra situação que é quando você perde a paciência com alguém. Geralmente porque acha que aquela pessoa não estaá agindo, pensando ou se comportando como VOCÊ acha certo.

Isto é um julgamento: esta pessoa é lerda, esta pessoa é chata, esta pessoa não pensa, e implicitamente em cada frase você pode adicionar, “como eu”. Você se compara e se acha superior àquela pessoa, você faria melhor. Isto é arrogância.

E eu te pergunto, superior em que? Superior para que?
Cada pessoa tem suas próprias habilidades, são melhores em algo, e não tão bons em outro, assim como você. Respeite. Deixe cada um ser como é.

Outra frase para guardar:
NO SEU MUNDO INTERNO, O OUTRO NÃO EXISTE!

Não é o outro que te irrita, é você que se irrita com o outro.
Não é o seu chefe que é insuportável, é você que não suporta o seu chefe.
Se você não permitir, ninguém tira a sua paz. A irritação é um presente que você aceita ou não.

O que fazer então?

Esteja em você! O Calunga, do Gasparetto, falava muito esta frase “Eu tô ni mim”.

Saia da situação, observe de fora como um expectador.
Perceba as limitações dos outros e não os julgue. Deixe que cada um aprenda no seu ritmo.
Fique bem internamente mesmo que você bater o seu carro. Bateu, é chato, mas resolva o que tem que ser resolvido, e não estrague o seu dia enviando o dia inteiro vibrações negativas, de raiva, de rancor, pois elas voltam para você tão certo quanto o sol que nascerá amanhã.

Toda vez que se pegar na irritação, na impaciência, respire. Conte até 10, ou faça a respiração Ha (veja aqui) e volte para o seu centro. Deixe passar.

Nada paga a paz a a tranquilidade com que encaramos as situações e pessoas no nosso dia a dia.

Beijos ♥
Fernanda Filippini (Selene)